Newsletter

Será que o R vai cair no desuso depois dessa?

Enviado em: August 1, 2022
View this email in your browser

Será que o R vai cair no desuso depois dessa?

Fala, Data Hackers! Lá vamos nós para mais uma news.

Você deve ter ouvido o buzz que essa notícia fez na comunidade né? O RStudio, empresa que fez a solução de mesmo nome que está em toda máquina de programadores R, está mudando de nome.

Num movimento que mostra claramente sua estratégia de ser multi-linguagem, a Posit vai cada vez mais se esforçar em entregar soluções para desenvolvimento de software, não só focado na linguagem R.

Há quem veja isso com bons olhos para comunidade R, mas há outros, como eu: acham que isso é um sinal de que Data e Tech está cada vez um mercado maduro e grande para novos empreendimentos, apesar de tirar um grande catalizador da linguagem R, pois traz uma distração para o foco anterior.

Mas não é só de polêmica que vive uma news do DH, olha aí:

RStudio troca de nome e aposta firme no Python

O R Studio, a empresa que sempre foi a capitã dos principais projetos do R, como o Shiny, dyplr e outros, está mudando de nome e vai dar double-down na estratégia multi-linguagem. A agora Posit, já estava cada vez mais aberta a esse tipo de projeto, aceitando Python e Julia na sua IDE, mas agora a mudança é forte. No próprio novo site, a Posit argumenta que ela vai ter uma comunidade mais abrangente e vai entregar cada vez mais valor pra seus clientes e comunidade.

Será que o R, depois dessa, vai morrer? Será que a comunidade vai ficar mais fraca? Cenas dos próximos capítulos! (em inglês).

Usando Shiny para criar Data Apps com Python


Você pode até ser fã do Streamlit, mas esse conceito de fazer Web Data Apps utilizando notações e um framework dentro da linguagem de modelagem nasceu lá no R Shiny.

Em um dos seus principais lançamentos, nessa pegada do ex-RStudio de ser mais poliglota, Shiny agora aceita Python também. Nesse video rápido, o Carson Sievert, um dos criadores do R Studio e do Plotly, mostra como usá-lo pra fazer uma aplicação web simples, na nossa linguagem amada. Olha aí! (em Inglês) 

Como medir o impacto do time de Data numa Organização


Nesse post muito bacana, o pessoal do Monte Carlo, ferramenta de Data Observability, mostra num estudo de caso como é possível levantar o impacto do time de dados numa organização. O autor levanta como incrementos processuais e ferramentais podem trazer uma produtividade 10x maior para cientistas e analistas de dados. Além disso, a qualidade dos dados consegue trazer impacto maior em ações que dependem de análise de dados para melhores resultados, como marketing targeting e outros. (em Inglês)
OUTROS TÓPICOS
A História por trás do Linux feito pela Google
Você sabia que o Google fez uma distro sua, que não é o Android, de Linux? Eu também não! kkk Esse artigo da Computer World conta a história de quando o Google fez sua própria distro, baseada no Debian, pois o Ubuntu LTS já estava chegando ao seu fim de vida. Muitos mais casos aí no texto, não deixe de ler.

P.S.: Nos meus tempos de hacker, certeza que ia testar essa distro kkk! (em Inglês)

DeepMind encontra quase todas formas de proteínas existentes
O DeepMind, projeto do Google que ficou famoso pelo projeto AlphaGo, acabou de publicar open-source um de seus grandes achievements: O AlphaFold, algoritmo de Deep Learning capaz de montar quase todas proteínas existentes na Terra. Com a ajuda da AI, nossos bancos de dados saem de 1 milhão, para mais de 200 milhões de proteínas possíveis, de animais, plantas, fungos e até bactérias. Isso vai possibilitar um grande avanço na bioinformática, com impacto direto na saúde humana, com o entendimento de novas doenças e criação de novos tratamentos. Incrível! (em Inglês)

Você tá realmente pensando nos dados, Data Engineer?


Esse post do Chad Sanderson, Head de Data da Convoy e grande influenciador da Modern Data Stack, trouxe uma excelente provocação sobre o "over-engineering" na Data Platform e o descaso com os Dados em si. Legal essa infra aí, mas e os dados?! (em Inglês)
DICA DE VIDEO
Meetup de Engenharia de Dados - Data Observability na XP Inc.
Nessa semana, o Meetup de Engenharia de Dados BH trouxe a mestra Anna Karoliny dos Santos, Engenheira de Dados na XP Inc. para falar de Data Observabilitity, que é utilizar métodos de monitoramento de sistemas para garantir o SLA dos pipelines que entregam dados para análise. Anna ainda faz uma apresentação de como a XP Inc. usa Grafana para expor esses dados, de forma simples e explorável. Imperdível! (em Português)
VAGAS DA SEMANA
Data Tech Lead - Qintess
Brasil (Remoto)
  • Exp. com modelagem de DW e Data Lakes
  • Hadoop, Hive, Impala, HBase ou relacionadas
  • Experiência com Yarn, Spark e Lambda
  • Experiência com MPPs e NoSQL
  • Espanhol avançado
  • Superior em Computação, Engenharia ou Exatas;
  • SQL e Python;
  • Cloud Computing, preferencialmente AWS;
  • MPPs(Ex.: Redshift, BigQuery, Snowflake, Presto);
  • Experiência com Linux, Apache Spark;
  • Experiência com Git e CI/CD;
MEME DA SEMANA
"Nossa AI Avançada, estamos muito feliz com ela"

Ah, e você tá achando que todo parafuso é prego né? kkkkkk Allyson mandou lá no nosso Slack.
DATA VISUALIZATION DA SEMANA
Pessoas notáveis pelo mundo

Olha que viz massa: o especialista em Viz em Maps Topi Tjukanov fez esse app onde você pode explorar o globo e ver onde nasceu várias pessoas notáveis pelo mundo. Dica do mestre Menegat (em Inglês)

PRÓXIMOS EVENTOS E MEETUPS
Data Universe - 5ª Edição
08 e 09 de Agosto - Evento Gratuito e 100% Online

XConf Brasil, o evento de tecnologia da Thoughworks
17 de Agosto - Evento Gratuito e 100% Online

Coalesce: The Analytics Engineer Conference
17 a 21 de Outubro - Evento Gratuito e 100% Online


Obs: gostaria de ter seu evento divulgado aqui? Basta compartilhar ele em nosso canal do slack.
Copyright © *|CURRENT_YEAR|* datahackers.com.br.

Want to change how you receive these emails?
You can update your preferences or unsubscribe from this list.
Facebook
Site
LinkedIn
Twitter
Medium